function click() { if (event.button==2||event.button==3) { oncontextmenu='return false'; } } document.onmousedown=click document.oncontextmenu = new Function("return false;")

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Gulag

Resultado de imagem para gulagSaudade severa e astuta
Que traduzo na ausência

De teu olhar, numa tal carência
Como se, pelo teu amor, este teu amante,
Ingênuo, ainda debuta.

Distância desmedida e infame
A desidratar-me pela escassez
De teus beijos e, dos meus,
Na maciez de teus seios

Ausência que arde, pujante e eterna
Nesta saudade austera que o tempo
acolhe e nossa paixão revela.


                                      J R Messias

6 comentários:


  1. Por aqui sempre uma linda e intensa inspiração. Parabéns ao querido poeta!

    Beijos e um fabuloso final de semana!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, linda. Mesmo meio sumidos, o bom são estas surpresas que me proporcionas ao derramar seu carinho neste blog, mesmo que demore, mas sempre será bem vinda, querida. Quanto ao tal do zap, o fone foi desatualizado e preciso de um novo fone.
      Beijos, Lu

      Excluir
  2. Oi, Messais!

    Teu poema é dedicado ao Arquipélago de Gulac ou o nome do post é mera coincidência?

    Um poema mto lindo, saudoso e até desejoso. E essa ausência, que dói tanto. Ai, a saudade e a paixão. Adorei esse post!

    Beijinhos, lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem e não tem relação com o livro do Soljenitzin,pois trata-se dos cárceres do amor e quando esse é do tipo insular, a dor multiplica-se. Logo, o nome tem a ver com o arquipélago mas não com os sofrimentos narrados pelo escritor dissidente da ex-URSS.
      A moça não imagina a minha sincera felicidade de receber este teu elogio carinhoso de quem,empaticamente, partilha tão singelos e complexos sentimentos humanos.
      Um carinhos beijo, Céu e grato pela visita.

      Excluir
    2. Oi, menino Messais!

      Grata por suas palavras e por esse fogo, que deixou em meu blog a acrescentar ao do poeta Luís de Camões, k terá seu dia, já no dia 10, feriado nacional, dia de Portugal e de Camões. Dia 13, tb, será feriado mas só na cidade de Lisboa por se comemorar o Sto. António.

      Vou estar ausente do blog desde essa altura e durante umas semaninhas, pke em Julho começarei com reformas, aqui em minha casa. Não postarei, nem comentarei e porei aviso em meu blog, mas você já está avisado.

      Beijinhos, moço!

      Excluir
    3. Que tenha bons, Antoniano e Camoniano, feriados.
      Aqui, o feriado será dia 15/06, Corpus Christi.
      Desde já boas férias e boas reformas em seu lar e nos leremos em agosto se Deus, Allha ou Tupã (ou nenhum deles), quiserem.
      Beijos no seu céu, Céu.

      Excluir